quarta-feira, 20 de maio de 2009

Credor cruel


A vida é como um banco, temos nossa conta e qualquer descuido com ela nosso crédito se transforma em débito. Conheço inúmeras pessoas que tem medo de tirar extratos e verificar cuidadosamente o que fazem e onde aplicam seus investimentos, a vida também é assim. Precisamos saber o que temos e quanto podemos gastar, antes de nos depararmos com uma conta impagável.
O tempo é cruel e péssimo credor.

3 comentários:

Ernani Netto disse...

Cruel mesmo o tempo, implacável em nos arrastar ao fim dos nossos dias!

Bjaum

Driii disse...

Gostei da metáfora, guria..
Beijinhos..

Aguinaldo disse...

Realmente a vida é como um banco, eu gastei mais do que devia, hoje estou no vermelho.
Você sabe ...